5 erros que você não pode cometer com a sua lista de clientes

3 minutos para ler

A lista de clientes pode ser considerada a espinha dorsal de um Call Center, pois constitui o elo de comunicação entre empresa e consumidores. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de utilizá-la!

A seguir, você encontrará os principais erros cometidos no emprego dessa ferramenta pelo telemarketing. Acompanhe!

1. Comprar listas de contatos de potenciais clientes

Talvez esse seja o mais comum e grave dos equívocos cometidos por quem está buscando consolidar uma lista de clientes para televendas.

Isso porque, quem receberá o seu contato não estava esperando por ele, o que impacta negativamente a percepção da pessoa sobre o serviço ou produto ofertado, que é o oposto do que você gostaria!

Ademais, o dinheiro gasto na compra da lista não terá o retorno esperado, se tornando uma despesa ao invés de investimento.

Portanto, o ideal é criar a sua própria lista de contato, captando potenciais interessados na sua oferta a partir da geração de conteúdos instigantes relacionados a sua área de mercado, ou seja, quando os mesmos os disponibilizem motivados por interesse próprio.

Produzir conteúdos gratuitos, de qualidade, convidando as pessoas para se inscreverem em newsletter, followers de redes sociais, e-books e webinários, liberados a partir de formulários no qual os usuários insiram seus dados, são algumas das possibilidades.

2. Restrição dos dados coletados

É preciso saber quem se interessa e busca pelos seus conteúdos, produtos e serviços, segmentando e direcionando a forma de se comunicar com cada cliente. Logo, indicamos ter uma boa base com dados demográficos, comportamentais, hábitos de consumo e desejos dessas pessoas.

Além disso, possuir mais de uma fonte para contato é imprescindível, pois há uma garantia maior de que sua mensagem chegará ao destinatário. Quanto mais modos de se comunicar com o seu público melhor.

Sua lista deve conter e-mail, número de telefone, número de celular, redes sociais etc.

3. Spam

Agora você tem uma boa forma de captação e organização da sua lista de clientes, mas se sobrecarregar essas pessoas com mensagens e ligações, provavelmente você será bloqueado, voltando à estaca zero.

Não se esqueça: cautela na quantidade de propagandas e foco na qualidade da sua divulgação. É preferível uma produção de utilidade para o cliente do que dez irrelevantes que acabam gerando estresse.

4. Esquecer-se dos seus antigos clientes

É comum focar em potenciais clientes e ignorar os antigos consumidores. Entretanto, manter essa comunicação promove maiores chances que esses sujeitos retornem ou se lembrem do seu negócio na hora de te indicarem para terceiros.

Feedbacks positivos geram confiança e feedbacks negativos ajudam no aprimoramento do que você está produzindo, por isso, preservar esse diálogo é super interessante.

5. Não interagir da forma adequada

Uma equipe desatualizada na forma de abordar o público, vendedores que não conheçam bem o seu produto, tecnologias defasadas, demora na resposta ao cliente ou baixa interação com quem participa ativamente das publicações.

Essas são algumas das possíveis falhas na hora de manter o contato com a sua lista de clientes. Por isso, a capacitação constante da equipe responsável pela interlocução com o público e investimento nas tecnologias necessárias para a agilidade na comunicação são a chave desse processo.

Gostou do artigo? Para mais dicas de Televendas, atendimento e gestão de call center/televendas, Clique no link abaixo:
https://linktr.ee/reynaldo.garcia

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This
Navegação