Mailing X Leads: as principais diferenças entre os conceitos

4 minutos para ler

Empresas que obtêm dados pessoais de consumidores sabem o quão importante é administrar de forma correta essas informações para gerar vendas em seus negócios.

Alguns setores de mercado, como a área de televendas, dependem exclusivamente de dados como telefone ou e-mail para entrar em contato e ter a oportunidade de realizar uma conversão.

Contudo, há uma diferença entre as informações pessoais que definem o mailing de seu negócio e dados de leads. Por esse motivo, precisamos entender esses dois conceitos, pois cada um utiliza uma abordagem e tratamento diferente com o público.

Quer saber como? Então, leia o post até o final e saiba tudo sobre o assunto.

O que é um mailing?

Antes de tudo, podemos definir que um mailing nada mais é do que um banco de dados que obtém informações de pessoas jurídicas ou físicas, tais como telefone, e-mail e outros dados importantes para contato.

Esse sistema é geralmente utilizado para que as empresas consigam gerar relacionamento com seu público, a fim de entender suas necessidades, desejos e comportamentos frente a oscilação de preços. Além disso, é a principal ferramenta do telemarketing, que precisa realizar uma quantidade considerável de ligações ao dia para gerar vendas, visando suas metas internas.

Contudo, o mailing não é muito segmentado, e dessa forma não podemos afirmar que todas as ligações feitas por ele indicarão a conversão de clientes.

O processo é mais relacional, onde o operador faz uma abordagem para entender o perfil e o principal objetivo do indivíduo, a fim de perceber se o produto ou serviço oferecido será considerável para ele.

O que é um lead?

Diferentemente do mailing disponibilizado em um contact center, o lead é muito mais qualificado e mais propenso a ser convertido. Em outras palavras, o lead nada mais é do que aquele usuário que entrou em contato com a sua empresa e fez questão de deixar um telefone para contato ou e-mail.

Esses dados vão para um banco, aonde operadores irão retornar posteriormente para uma conversa mais direta e objetiva.

Portanto, o lead são os dados de contato de uma pessoa que realmente possui interesse naquilo que sua empresa oferece, e faz questão de se relacionar com sua a marca para obter mais informações sobre o produto ou serviço em questão.

Qual a diferença entre mailing e lead?

Em geral, o mailing se trata de um banco de dados que a própria empresa compra ou coleta por meio de pesquisas de mercado. Assim, os operadores de telemarketing entram em contato com essa lista de dados para entender quem são as pessoas e o que elas precisam.

No entanto, quando um operador entra em contato com um lead, é justamente para conversar sobre assuntos mais objetivos e direcionados, pois esse indivíduo já se mostrou interessado na oferta. A abordagem é muito mais assertiva, e a conversão em vendas é muito maior.

Conclusão

Conforme vimos, as diferenças entre um mailing e um lead estão exatamente no tipo de comportamento do público. Enquanto no mailing você precisa cativar um indivíduo para torná-lo cliente, no lead você apenas tira dúvidas e oferece uma apresentação mais direcionada para conversão, pois os usuários já sabem sobre o seu produto ou serviço e tem interesse no que você oferece.

Agora que você já sabe as diferenças entre esses dois conceitos, que tal ampliar o seu conhecimento sobre o assunto?

Gostou do artigo? Para mais dicas sobre Televendas, atendimento e gestão de call center/televendas, Clique no link abaixo:
https://linktr.ee/reynaldo.garcia

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This
Navegação