Saiba como a televendas é utilizada no setor de crédito consignado

4 minutos para ler

A aquisição de um empréstimo é uma realidade presente na vida dos brasileiros, seja qual for sua finalidade, o consignado pode ser uma opção viável, mas que requer atenção do consumidor em entender seus benefícios e obrigações.

Sendo assim, alguns clientes que buscam essa alternativa de crédito podem não se sentir à vontade de passar longos minutos ao telefone com um atendente, o que faz com que a empresa em questão reavalie seu atendimento.

Assim como qualquer outra venda, a oferta do empréstimo consignado deve ser clara e objetiva, de modo que a comunicação entre o cliente e a empresa possa fluir de maneira rápida e o consumidor não saia da conversa com dúvidas.

Saiba como a televendas é utilizada no setor de crédito consignado.

A comunicação é a chave para aumentar as vendas de determinado produto, porém, com o avanço da tecnologia — e as rotinas de trabalho cada vez mais atribuladas — a intenção de quem quer garantir uma venda precisa passar por um treinamento e ser bastante rápida.

Para o setor de empréstimos consignados, a venda por telefone ainda precisa ser uma constante realidade, visto que mais da metade do público-alvo desse setor não se encontra on-line, mas isso não quer dizer que a dinâmica da venda tenha que ser arrastada.

Sendo assim, separamos 4 itens utilizados no televendas de empréstimos. Confira.

1. Treinamento de equipe.

Um dos itens mais primordiais para obter sucesso com a venda de empréstimos por telefone é realizar o treinamento constante da equipe de atendimento. Esses colaboradores precisam estar por dentro do assunto e entender todas as formas de pagamento, bem como as taxas da operação.

O profissional que irá comandar a venda deve sempre ter paciência e desenvolver habilidades para persuadir o cliente a contratar o empréstimo consignado. Esse tipo de habilidade pode ser desenvolvido durante o tempo de serviço, sendo assim, os treinamentos precisam estar sempre em constante evolução.

2. Conhecer o cliente.

É comum que uma empresa de empréstimo consignado tenha diversos clientes que se encaixam em muitos perfis distintos. Para o profissional que irá realizar a venda por telefone, é importante conhecer para escolher cuidadosamente quem irá receber a oferta do crédito.

Isso fará com que a empresa perca menos tempo em uma comunicação vazia para quem não está interessado e pode focar nos públicos que dificilmente irão recusar a contratação.

Estudar o cliente também é uma boa forma de seguir o treinamento e potencializar as habilidades para a venda, afinal, o colaborador já estará imerso na realidade daquele consumidor e pode conseguir uma venda bem mais rápido.

3. Faça sempre uma boa apresentação.

Assim como é importante para o colaborador entender bem sobre empréstimo consignado para passar as informações corretamente, ele também pode usar esse conhecimento para apresentar a oferta ao possível cliente em seu primeiro contato.

Uma boa apresentação também requer educação por parte do operador, que deve sempre perguntar se a pessoa está interessada em ouvir a proposta e não “induzir” a contratação sem antes entender o cenário atual desse consumidor.

4. Esteja sempre aliado com a tecnologia.

Embora o foco da venda seja por telefone, softwares aplicados para a rotina de ‘call center’ podem ser utilizados. O mais frequente deles é o sistema integrado PABX, onde as informações dos clientes podem ficar salvas, ajudando na prospecção do mesmo.

Também é importante dispor uma plataforma de relacionamento com o cliente, como o CRM, de modo que o contato telefônico consiga ser cada vez mais potencializado e possa aumentar o número de vendas.

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This
Navegação