Veja truques infalíveis de cobrança por telefone para provedores de internet

3 minutos para ler

Cobrar dívidas nem sempre é tarefa fácil e exige bastante conhecimento, preparo e empatia. Lembrando que o consumidor possui apoio de leis específicas sobre cobrança de dívidas. Entretanto, cobrar não deve ser algo constrangedor para uma empresa provedora de internet. Realizar cobrança de clientes inadimplentes é algo natural considerando que eles utilizaram os seus serviços. Com algumas dicas e técnicas o sucesso em futuras negociações estará garantido.

O que saber antes de realizar as cobranças?

Antes de realizar cobranças é necessário ter conhecimento sobre o Código de Defesa do Consumidor:

* Art. 42 alerta para o não constrangimento ou ameaça do consumidor inadimplente.

* Art. 71 alerta para não utilizar ameaça, coação e constrangimento, expondo ao ridículo o consumidor inadimplente. Também determina que o trabalho, descanso ou lazer do consumidor não seja interferido.

Diante disso, é necessário também informar-se sobre leis municipais ou estaduais que deliberem sobre a questão e horários das ligações.

Outro cuidado é sobre o número para o qual será feita a ligação. O número deve ter sido fornecido pelo próprio consumidor, nesse caso não há problema se o número for de terceiros ou do local de trabalho. Atenção apenas ao deixar recados, o motivo da ligação não deve ser exposto para não causar possível vexame ao consumidor. Isso traria consequências negativas para a empresa provedora de internet.

Truques de cobrança por telefone para provedores de internet

1. Tenha um fluxograma de cobranças

O fluxograma serve para organizar o processo de cobrança. Ele pode começar com três SMS para o celular ou e-mail após 45 dias do atraso constatado. Após esse contato, poderá ser feita a primeira ligação amigável solicitando para o cliente ir até o escritório da empresa provedora de internet.

2. Mapeie as possíveis desculpas dos clientes

Saiba previamente quais poderão ser as desculpas dadas pelo cliente, consulte o histórico dele e esteja preparado para refutá-las.

3. Ofereça vantagens para os clientes

Tenha em mãos todas as informações necessárias, número de parcelas atrasadas e valores de juros. Dê vantagens para os clientes, tente negociar. Se a dívida for grande pode ser parcelada ou certa porcentagem de juros abatida. Esteja disposto a receber os valores devidos.

4. Seja agradável

Cuidado com a forma como fala, um tom de voz elevado ou debochado poderá levar a conversa para outro rumo e talvez essa nem tenha sido sua intenção. Esteja sempre no controle e seja agradável ao mesmo tempo.

5. Não confronte

Algumas negociações podem realmente se tornarem mais complicadas. Entretanto, é importante manter o controle, não confortar e também não permitir manipulação por parte do cliente. Tente averiguar se a desculpa dada é legítima ou não, e muito cuidado ao fazer julgamentos precipitados. Lembre-se de resguardar a imagem da empresa para evitar possíveis processos. Com todos os canais que existem hoje tais como o Reclame Aqui, os consumidores poderão negativar a imagem da empresa.

É ideal que a negociação termine no ganha-ganha, ou seja, que ambas as partes saiam satisfeitas. A sensação deve ser a de satisfação maior do que no momento anterior à ligação.

Gostou do artigo? Para mais dicas de Televendas, atendimento, gestão de call center/televendas ou CURSOS Clique no link abaixo:
https://linktr.ee/reynaldo.garcia/

Posts relacionados

Deixe um comentário

Share This
Navegação